quarta-feira, 22 de julho de 2009

PLANEJAMENTO- AULA PASSEIO

PLANO DE AULA PARA 2ª SÉRIE

AULA PASSEIO


1. FUNDAMENTAÇÃO

As crianças através da motivação, interesse, curiosidade, questionamentos e alegria criam condições para que o meio físico e o meio humano constituam-se numa fonte de atividades e descobertas felizes.
Toda prática educativa da aula de descobertas trabalha com seriedade e carinho nos seus quatro momentos de preparação, ação, prolongamento e comunicação torna-se um aprofundamento. Atualmente não se pode trabalhar sem o planejamento de trabalhos de campo que sejam articulados à atividades da classe, a articulação de mais de uma área de conhecimento, envolvendo diversas disciplinas (ciências, estudos sociais e outras) em trabalhos de campo é desejada para enriquecer o elenco de objetos de estudo e relações a se investigar.
Para que uma criança aprenda em uma aula passeio é preciso que o professor tenha clareza dos diferentes conceitos e objetivos que se pretende explorar. Isto é fundamental para que a atividade seja bem entendida pelos alunos. E que inclua no seu plano o desenvolvimento de atividades de preparação, partindo do real que o aluno já sabe para chegar ao ideal, ou seja, os conceitos científicos ampliados através da zona proximal, sendo o Professor o mediador deste processo no seu papel de proporcionar problemas, observando como mediador os olhares para os conceitos científicos e, ao voltar, proporcione uma discussão das observações e dados coletados para a sistematização de conhecimentos. É preciso preparar o aluno do ponto de vista intelectual e afetivo para participar da excursão, sendo uma oportunidade privilegiada para envolve-los em problematizações. É o momento de criar junto à classe, o clima de pesquisa e investigação.
Todas as aquisições que acontecerem durante o planejamento até a comunicação são conseqüências do desejo de conhecer alguma coisa nova, por isso a importância de uma boa motivação, que desperte interesse do aluno ligando-o a curiosidade, que o faça refletir, buscando o conhecimento através de compreensões novas e mais complexas, a respeito de si e dos diferentes aspectos da realidade transformando-se em riqueza de vida, tanto no campo social, intelectual e no afetivo, qualquer acontecimento poderá se tornar um estímulo. É preciso que estejamos atentos a comentários na roda de conversas, os fatos dos jornais e das revistas, os fatos que os pais contaram...
A aula-passeio é uma situação de descobertas a partir de uma realidade vivida autêntica. Sendo assim, a aula-passeio leva a criança a uma maior autonomia, vivendo situações reais e assumindo maiores responsabilidades, ampliando o campo das investigações. Chegando a descobertas inesperadas e interessantes privilegiando o encontro com o outro de maneira diferente daquela do dia a dia na escola, promovendo uma troca afetiva e uma tomada de consciência de valores sociais importantes para a vida de todos.
Organizar uma aula-passeio significa trabalhar com os alunos para que:
Explorarem diferentes qualidades, situações sociais, utilizando o diálogo como forma de mediar conflitos e de tomar decisões coletivas.
Ampliem as possibilidades de se perceber integrantes, dependente e agente transformador do ambiente, identificando seus elementos e as interações sobre eles, contribuindo ativamente pela melhoria do meio ambiente.
Desenvolvam o sentimento de confiança, para agir com perseverança na busca de conhecimento e no exercício da cidadania.
Sejam inovadores, criativos; saibam romper com o óbvio; ampliando a capacidade de formular perguntas que ninguém ousa, propondo o que ninguém proporia.
Questionem a realidade, formulando problemas e tratando de resolvê-los como meio de produzir, expressar e comunicar suas idéias, interpretando e usufruindo, utilizando para isso o pensamento lógico.
Compreendam o respeito mútuo como condição necessária para o convívio social democrático, respeito ao outro e exigência de total respeito a si.
Desenvolva-se como ser integral nas suas potencialidades, criando condições favoráveis para o aluno conhecer e compreender o mundo em que vive e assim poder construí-lo.
Compreendam o real, ou seja, o ambiente em que vivem nos seus mais variados aspectos, despertando um sentido crítico e adquirindo autonomia para melhorar a sua vida; preservando: a curiosidade para que cada vez mais procurem saber, o prazer de conhecer, compreender e descobrir.
Se apropriem para construir os conceitos científicos das diversas disciplinas.


2. PRÁTICA

2.1 Identificação

Esta aula-passeio será aplicada com os alunos da 2ª série do Ensino Fundamental da Escola de Ensino Fundamental Professora “Maria Angélica Calazans” localizada na comunidade de Caminho Pinhal, município de Dona Emma.

2.2 Roteiro

A visita será feita à Usina de Reciclagem de Lixo localizada na comunidade de Caminho Tamanduá na cidade de Presidente Getúlio. Tendo como roteiro:
Saída às 7:50h da escola.
Chegada na Usina às 9:00h –
Observação e exploração do local.
Pesquisa e entrevistas.
Lanche no local.
Retorno às 10:30h
Chegada à escola às 11:30h

A escolha do local foi feita devido à importância que o mesmo tem com a questão de preservação da natureza e a preocupação com a qualidade de vida das pessoas, sendo de fundamental importância para a solução de um dos grandes problemas atuais: o lixo.

3. OBJETIVO GERAL

Investigar a aula passeio como uma atividade de aprendizagem para a construção e a apropriação dos conceitos científicos de Ciências e Estudos Sociais.

3.1 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Com a aula passeio, na Usina de Reciclagem, busca-se:
· Perceber-se enquanto “ser” sujeito da história. Ser transformador, na busca de uma sociedade mais humana.
· Sentir a importância da preservação do meio ambiente, através das práticas cotidianas de redução e aproveitamento de lixo.
· Investigar a relação que se estabeleceu com a natureza na sociedade antiga até a atual, com a questão “lixo” que sempre existiu.
· Construir noções de localização, tempo, espaço, clima, mapas, paisagens...
· Enumerar hábitos de pré-reciclagem nas suas casas separando o lixo conforme suas especificações: papel, plástico, latas, vidros, lixo orgânico, dando o destino certo a ele.
· Ampliar o sentido da frase: “lixo tem que colocar no lixeiro”, separar e mandar para a Usina de Reciclagem, para que ele seja reutilizado.
· Observar as ações que o lixo não aproveitado causam nas paisagens, ou seja na própria natureza.
· Perceber que hábitos de dar destino correto ao lixo contribui para a preservação do meio ambiente.
· Possibilitar as crianças um espaço em que elas possam estar ampliando seus conceitos científicos, tendo contato com o real ao encontro do ideal de uma forma prazerosa.

4. DESENVOLVIMENTO

4.1 Atividades de Preparação

Apresentação das Professoras e do Projeto aos alunos.
Apresentação do Problema e Motivação: “Para onde vai o nosso lixo?”
Definição do conceito lixo, com o texto da revista Ciências Hoje das Crianças, Revirando o Lixo.
Responder o problema apresentado no início.
Bingo das frases escolhidas, como exercício de fixação.
Localização da nossa comunidade e Usina de Reciclagem de Lixo nos mapas dos municípios de Dona Emma e Presidente Getúlio. Fazendo o trajeto, observando limites, legendas...
Confecções de cartazes de quanto a tempo a natureza leva para absorver o lixo, mostrando lugares poluídos e conscientizando sobre o mal que ela faz.
Pesquisa em casa com os pais e os avós: “Como era tratada a questão lixo antigamente até os dias atuais?” (embalagens, como se fazia compras...)
Compartilhar com o grupo os resultados fazendo a linha do tempo estabelecendo a relação da pesquisa anterior.
Vídeo: “A Ilha das Flores” questionar em grupo o descaso dado ao lixo, como também a contribuição que cada um pode dar para modificar esta situação.
Observar na escola, os latões de separação de lixo e a caixa de compostagem para o lixo orgânico que já existe.
Discussão: A Reciclagem como solução.
Programação da aula-passeio com os alunos: roteiro, horários, lanche e preparação do roteiro de observações com entrevista, a partir das dúvidas, curiosidades dos alunos.
Autorização dos Pais.

4.2 Atividades na aula passeio

Exploração do local através do roteiro de observações e dúvidas que surgirem naquele momento.
Entrevista com funcionários e responsáveis pelo funcionamento da Usina.

4.3 Atividades de sistematização

Elaboração de um texto, com os dados coletados através do roteiro de observações, contando a aula passeio, com ilustrações.
Desenho do trajeto feito pelos alunos com os pontos de referência observados durante o passeio.
Confecção da capa e montagem do livrinho das atividades executadas durante o projeto.
Carta para os alunos de outra classe, contando o que aprendemos, fazendo a comunicação.
Exposição.

5 comentários:

  1. Olá professora Pedrinha, também sou professora e gostei da atividade ilustrada acima.
    att
    profª Vanise

    ResponderExcluir
  2. Já realizava aulas-passeio e gostei da organizaçao da proposta de trabalho. Abraços
    prof.Márcia

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela organização da proposta descrita acima!Agora estou "te seguindo",cara colega!
    E parabéns pelo nosso dia!!!!Fique na Paz.

    ResponderExcluir
  4. gostei da apresentação do seu trabalho, parabéns.

    ResponderExcluir
  5. Muto bom, professora. Continue assim. Um forte abraço!

    ResponderExcluir